Minhas impressões sobre Mortal Kombat 9 e o Kinect

Publicado: 24/11/2010 em Especiais
Tags:, , , , , , , , , , ,

E aí pessoal, aqueles que acompanham o blog e o mundo dos games sabem que compareci na Brasil Game Show, que aconteceu  no último fim de semana e aproveitei para testar todas as novidades do evento.

Nesse post falo o que achei de Mortal Kombat 9 e como é jogar no Kinect, mas vamos ao que interessa.

A primeira coisa que fiz quando cheguei ao evento foi procurar o stand da Warner, para testar o Mortal Kombat 9, afinal  venho acompanhando a série desde 1992, quando joguei o primeiro game.

A grande mudança como muita gente já sabe é o abandono dos combates em cenários 3D, para um retorno ao 2D como nos velhos tempos, como queriam os fãs. O game apresenta cenários bastante sombrios e inspirados nos três primeiros jogos da série. Como personagens disponíveis eram: Kung Lao, Sub-Zero, Scorpion, Kitana, Mileena, Nightwolf, Cyrax, Sektor, Johnny Cage e Reptile. Obviamente os personagens mais escolhidos pelo povo eram os ninjas Sub-Zero e Scorpion.

Embora o game faça muitas referências aos games antigos, o sistema de combos lembra bastante, o que foi visto em games mais recentes como  Mortal Kombat Deadly Alliance e MK: Deception, porém de forma mais rápida e fluída. Muitos comandos de golpes foram alterados, agora a maior parte deles é através do tradicional comando “Meia lua pra frente e soco / chute”.

A maior  novidade do game fica por conta dos X-Rays, são ataques similares a agarrões muito poderosos , que quando acertam o adversário geram um efeito de Raio – X onde é possível  ver  é possível ver dentes voando, ossos sendo quebrados, dedos perfurando olhos , órgãos sendo congelados e muito mais. Contudo  apesar de muito poderosos e poderem virar partidas dadas como perdidas, os X-Rays só podem ser acionados quando uma barra que fica na parte inferior da tela estiver completa. Os fatalities também estão lá, mais sanguinolentos do que nunca, então preparem-se para arrancar cabeças, cortar corpos ao meio  e explodir os pobres perdedores.

Eu gostaria de ter testado o modo de duplas, em que o jogador pode revezar os personagens de seu time durante a luta. Infelizmente não rolou, mas tudo bem.

O jogo está graficamente bonito, embora ainda existam ainda alguns problemas de programação com cabelos de personagens como Kitana, em que o cabelo parece um foguete que segue a lutadora, embora isso não atrapalhe em nada. Gostei muito do que vi e joguei, espero que os produtores sigam esse caminho e nos entreguem grande game em 2011.

Consegui pegar um pouco de uma luta, antes de proibirem o pessoal de filmar o game, confiram:

PS: Não fui eu quem falou o palavrão no final do vídeo

Bancando o jogador casual no Kinect

Tive a oportunidade de testar o novo acessório da Microsoft e jogar dois de mini-games do game  Kinect Adventures, o primeiro foi River Rush em que os jogadores descem corredeiras em alta velocidade usando um bote, enquanto devem coletar  moedas que aparecem pelo caminho. Foi uma experiência bem divertida porque os dois jogadores devem estar bem sincronizados, para fazerem os movimentos certos para o lado certo, pularem juntos para alcançarem lugares diferentes no cenário e faturarem mais pontos. É tipo de jogo que rende momentos bem engraçados, principalmente quando os dois jogadores não se entendem.

O jogo tem cenários muito bonitos e transmite uma boa sensação de velocidade durante as descidas. Não vi problemas ligados a captação de movimentos dos sensores do Kinect, pois todos os movimentos feitos respondiam perfeitamente. Até fiz um hadouken e o avatar na tela respondeu da mesma forma sem atrasos. É importante dizer que o Kinect avisa quando vocês está perto ou longe demais, quando isso interfere na jogatina.

O outro mini-game que joguei foi  Reflex Ridge em que seu avatar pega carona em uns carrinhos sobre trilhos e deve desviar doa obstáculos e coletar as moedas que aparecem em diversas direções. Para isso muitas vezes é necessário abaixar,  pular, gerando um certo exercício que até me fez suar um pouco.  Divertido, mas a sensação de velocidade não é tão boa como a do game das corredeiras.

De fato jogar o Kinect é bem divertido e não é a toa, que o acessório está tão disputado nas lojas, pois pode render diversão para todo mundo, não importa se você seja um gamer hardcore experiente ou alguém que só esteja querendo curtir de forma descompromissada.

Importante lembrar para alguém que começou a ler esse post e não acompanha muito o mercado de games é que para jogar utilizando o Kinect você primeiro precisa ter o console Xbox 360 da Microsoft, pois apesar de divulgarem muito aparelho ele é na verdade um acessório do Xbox 360.

É  isso galera , até o próximo post

See ya !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s